Logon
Blog

Endocrinologista: o que faz, doenças relacionadas e quando procurá-lo

A especialidade, popularmente conhecida por ajudar no emagrecimento, também abrange outras áreas da saúde ligadas aos hormônios.

​​​​​​​Muitas pessoas têm dúvida sobre para que serve um endocrinologista e em que casos consultá-lo. A endocrinologia é uma especialidade mais funcional do que se pode imaginar. Ela tem uma importante atuação na vida das mulheres, no cotidiano de quem quer perder peso ou de quem convive com doenças comuns como o diabetes. Sua função principal é examinar o funcionamento do sistema endócrino, um conjunto de glândulas que produzem substâncias que agem em diversos órgãos. Entenda melhor o papel desse profissional e em quais situações você deve procurá-lo.

O que faz um endocrinologista?

Para começar, você precisa entender qual é a área de atuação desse profissional. Como o próprio nome já diz, o endocrinologista trabalha com o sistema endócrino, um conjunto de glândulas responsáveis pela produção hormonal. Esse sistema libera os hormônios na circulação sanguínea que, posteriormente, vão regular funções e órgãos do corpo humano. “Além de tratarmos de obesidade, também somos especialistas em osteoporose, menopausa, diabetes, distúrbios menstruais, desequilíbrio da tireoide e outras patologias”, destaca a Dra. Daniela Gebrim, endocrinologista do Hospital Brasília Unidade Águas Claras.  

Portanto, aqueles que sofrem com os sintomas de disfunções hormonais devem procurar esse especialista para um acompanhamento adequado. São pessoas que convivem com o diabetes, sofrem com o excesso de pelos, passam por distúrbios da puberdade, têm dificuldade de crescimento ou então querem emagrecer. 

As principais glândulas e hormônios do sistema endócrino​

Tireoide

Localizada na região do pescoço, a glândula produz, entre outras substâncias, o hormônio T4, responsável por regular o metabolismo e o peso corporal.

Hipófise

Localizada na base do encéfalo, a glândula é considerada a mais importante do sistema, pois produz o hormônio tireotrófico (TSH), regulador das atividades da tireoide, entre outros.

Pâncreas

Situado na região abdominal, o pâncreas é responsável pela produção da insulina, hormônio regulador da glicose no sangue, entre outras funções.

Suprarrenais

Essas glândulas produzem a adrenalina, hormônio que desperta o corpo humano em situações adversas. Elas se localizam sobre os rins.  

Gônadas

As gônadas são as glândulas de reprodução – os testículos são as masculinas e os ovários, as femininas. Os testículos produzem a testosterona e os ovários, o estrogênio e a progesterona. Ambos agem no ciclo reprodutivo e no comportamento sexual.

Principais disfunções tratadas pelo endocrinolo​gista​

Um bom exemplo da atuação do endocrinologista é com relação à alteração de peso. Quando alguém tenta, mas não consegue emagrecer, apesar de ter hábitos de vida saudáveis, com a prática regular de exercícios físicos e uma dieta equilibrada, um alerta vermelho acende para o endocrinologista. Isso acontece porque o sobrepeso é um dos principais sinais de que algo não está funcionando como deveria no sistema endócrino. Diante desse quadro, o acompanhamento profissional, juntamente com exames laboratoriais, pode elucidar os motivos que causaram o quadro do paciente. Esse é um dos exemplos de como esse profissional atua. Vamos conhecer outros, a seguir.​

Obesidade

A obesidade representa um risco para a saúde de crianças e adultos. Diferente do que o senso comum pode avaliar, a obesidade é uma patologia preocupante que leva milhares de pessoas à morte. O tratamento da doença, sobretudo o precoce, evita uma série de complicações cardiovasculares e ortopédicas, bem como comorbidades agravantes que reduzem o bem-estar individual.   

Doenças da glândula suprarrenal

As suprarrenais são pequenas glândulas que ficam acima de cada um dos rins. Alterações nessas estruturas podem levar a aumento de peso, estrias avermelhadas, crescimento de pelos, pressão alta ou baixa e puberdade precoce, além do escurecimento da pele.

Diabetes

O diabetes é uma doença crônica e comum, na qual o corpo não produz insulina ou, quando a produz, não consegue utilizá-la adequadamente. A insulina é o hormônio que controla o teor de glicose no sangue e transforma os alimentos em fontes de energia. Histórico familiar, alteração de peso, hipertensão ou variação de gordura no sangue são bons motivos para que se procure um endocrinologista. Estes costumam ser quadros propensos ao desenvolvim​ento da doença.

Tireoide

A glândula tireoide está localizada na parte frontal do pescoço e é responsável pela produção de hormônios reguladores de funções e órgãos. Em geral, nódulos ou aumento do volume do pescoço, nervosismo, insônia e alterações no ritmo intestinal, coração acelerado ou desacelerado, perda ou ganho de peso e excesso de frio ou calor podem revelar distúrbios da tireoide, como o hipertireoidismo e o hipotireoidismo.

Quando procurar um endocrinologista?

​Como descrito, há diferentes casos para os quais devemos contar com a ajuda da endocrinologia.  Portanto, se você apresenta dois ou mais dos sintomas listados neste artigo, talvez seja o momento de buscar uma avaliação com o especialista. No entanto, para além do diagnóstico clínico que esse profissional possa fazer, uma consulta ajudará você a entender melhor o metabolismo de seu corpo. Esse conhecimento facilita a adaptação de uma rotina mais saudável, bem como orienta o autocuidado, que auxilia na prevenção e no diagnóstico precoce de doenças. 

No ambulatório do Hospital Brasília Unidade Águas Claras contamos com especialistas em várias áreas da medicina. A endocrinologia é uma delas. Para agendar seu atendimento, basta ligar: ​(61) 3052-​4600.​



Veja mais