Logon
Blog

Traumatismo craniano: sintomas e possíveis sequelas

Lesão causada por alto impacto é grave e pode ser fatal. Saiba mais sobre tratamentos disponíveis

Acidentes de trânsito, quedas e pancadas são algumas das ocorrências mais frequentes em um Centro de Trauma. Além de escoriações e pequenos ferimentos, essas situações também podem causar lesões mais sérias como o traumatismo craniano, por exemplo.  

Segundo o Dr. Rodrigo Rocha, cirurgião do trauma no Hospital Brasília, “as principais ocorrências que podem causar o traumatismo craniano, no caso de crianças e idosos, são as quedas em casa. Entre os adultos de modo geral, os acidentes automobilísticos são os grandes causadores desse quadro.", afirma o médico. 

O que é traumatismo cranioencefálico? 

O traumatismo craniano é uma lesão no crânio causada pelo impacto. Além da contusão, a depender da gravidade, pode atingir o cérebro e causar sangramentos, formação de coágulos e edemas. Nestes casos, é classificado como traumatismo cranioencefálico grave, visto que representa risco à vida do paciente. 

Além dos exemplos já citados pelo médico, acidentes decorrentes da prática de esportes de contato também estão entre os principais motivos desse tipo de trauma. 

Sintomas de traumatismo craniano 

Os sintomas de traumatismo craniano podem se manifestar no momento do acidente ou depois de horas e até mesmo semanas. Fique atento a esses sinais: 

  • dor de cabeça intensa e persistente; 
  • desmaio; 
  • perda de memória; 
  • perda de visão; 
  • confusão mental; 
  • vômito; 
  • perda de equilíbrio; 
  • sangramento nasal; 
  • sonolência; 
  • perda de sensibilidade. 

Caso você (ou alguém próximo) apresente alguma dessas manifestações, busque atendimento de emergência imediatamente. 

Quais são as sequelas de um traumatismo craniano? 

Dada a gravidade da lesão, é comum que os pacientes apresentem alterações mesmo após a recuperação. Algumas das sequelas de traumatismo craniano são: 

  • convulsões; 
  • distúrbios de movimento: paralisia e perda de equilíbrio; 
  • distúrbios cognitivos: variação de humor, déficit de atenção e perda de memória; 
  • apatia; 
  • alterações no ciclo do sono. 

Quanto tempo dura um traumatismo craniano?  

De acordo com o Dr. Rodrigo, as repercussões do traumatismo craniano nem sempre são imediatas e suas sequelas podem permanecer durante toda a vida. 

“Por isso é importante sempre ficar de olho caso tenha sofrido um trauma craniano e avisar os familiares próximos, pois caso apresente algum sinal de gravidade é necessário buscar um serviço de urgência", destaca o cirurgião. 

Qual o tratamento? 

O Traumatismo craniano grave tem urgência e o desfecho depende da gravidade e da agilidade no socorro, daí a importância de um Centro de Trauma.

“O neurologista ou o neurocirurgião avalia os exames como tomografia e ressonância magnética a fim de definir a extensão dos ferimentos e, a depender da complexidade do quadro, é necessário o envolvimento de outras especialidades como cirurgia do trauma, intensivista, emergencista e radiologista.", explica. 

Enquanto as lesões de maior complexidade exigem cirurgia para controle de sangramento, internação em UTI e até mesmo indução de coma para reduzir a atividade cerebral e acelerar a recuperação, casos mais simples podem ser resolvidos com sutura, analgésicos e repouso. ​

Veja mais