Logon
Blog

Período de seca e as consequências

A baixa umidade do ar, associada ao tempo quente, favorece o risco de infecções e o aumento de doenças respiratórias, cutâneas e de mucosas em geral

A baixa umidade do ar, associada ao tempo quente, favorece o risco de infecções e o aumento de doenças respiratórias, cutâneas e de mucosas em geral, principalmente em crianças, idosos e portadores de doenças crônicas. As complicações envolvem, muitas vezes, piora de quadros alérgicos e ressecamento de mucosas, sangramento pelo nariz, ressecamento da pele e irritação nos olhos, além de desidratação.

A rinite viral e a rinite vasomotora aparecem com mais frequência nesta época do ano. De acordo com o alergista do Hospital Brasília, Dr. Alexandre Ayres, é comum as pessoas confundirem as rinites. “Rinites são quaisquer inflamações ou infecções no nariz, por exemplo, as gripes e resfriados (estas causadas por um vírus). Já a rinite alérgica tem como causa os alérgenos (substância causadora da alergia), não tão prevalentes nesta época, pois os seus principais causadores, os ácaros e fungos do ar, são mais presentes na umidade”, explicou.

Outro fator que aumenta o número de casos de doenças e infecções respiratórias neste período é justamente a poeira da rua, por estar em maior suspensão no ar – isto advém da diminuição da umidade relativa do ar. Irritação nos olhos, demais mucosas na pele são extremamente comuns nesta época.

Recomendações

Para reduzir as doenças respiratórias e outras típicas desta época, o ideal é que, diariamente, sejam tomados cuidados simples como manter o ambiente limpo e umidificado, para evitar o ressecamento das vias aéreas. Também são recomendados os seguintes cuidados:

  • Evite locais totalmente fechados;

  • Cubra a boca com um lenço ou com o antebraço quando for espirrar;

  • Beba muita água, pelo menos 2 litros por dia;

  • Lave o nariz e faça inalação com soro fisiológico.

  • Use hidratante corporal todos os dias, principalmente após o banho. Se necessário, utilize várias vezes ao dia;

  • Evite tomar banhos demorados, com água muito quente;

  • Em caso de ressecamento severo da pele, procure seu dermatologista;

Prevenir é a melhor opção. Cuide de sua saúde!



Veja mais

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Conheça o nosso Portal de Privacidade .