Logon
Blog

Novembro Azul: entenda mais sobre a campanha

Semelhante ao Outubro Rosa, o Novembro Azul tem o objetivo de debater sobre saúde masculina

​Na área de saúde, a chegada do mês de novembro marca a transição da coloração decorativa rosa, característica de outubro, para o azul. Isto acontece porque começa a campanha anual Novembro Azul, que visa conscientizar sobre saúde masculina e o câncer de próstata – doença ainda muito influenciada por tabus que dificultam os diagnósticos.

Dados sobre o câncer de próstata

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre homens – e é a segunda causa de morte mais frequente. Estimativas apontam que mais de 60 mil novos casos aconteçam todos os anos, 60% dos quais não são diagnosticados.

O grupo mais vulnerável à doença são homens com mais de 65 anos de idade. Apesar disso, a prevenção através de exames é recomendada a partir dos 50 anos ou, quando há histórico familiar de câncer de próstata, a partir dos 45 anos.

Como tratar?

Segundo o Dr. Ricardo Ferro, urologista do Hospital Brasília, o diagnóstico precoce é a forma mais eficaz de obter um tratamento de sucesso e menos invasivo. “Os exames físicos (de toque) e PSA são as principais formas de detectar precocemente a doença, e, nos grupos mais vulneráveis, devem ser feitos anualmente. O tabu ainda é um dos principais obstáculos na conscientização sobre o câncer de próstata. Por isso, é importante entender que a saúde deve vir sempre em primeiro lugar”, esclarece Ricardo.

Como prevenir?

Como a maioria dos tipos de câncer, as causas do câncer de próstata são bastante influenciadas pelos hábitos adotados no dia-a-dia e pelo estilo de vida. Por isso, existem atitudes muito simples que podem reduzir consideravelmente os riscos de desenvolver a doença, como:

  • Manter uma dieta rica em frutas, verduras, legumes e grãos;

  • Praticar exercícios físicos regularmente;

  • Evitar beber em excesso;

  • Evitar fumar e

  • Manter o peso ideal.



Veja mais