Logon
Blog

Doenças do sistema digestório podem piorar sua qualidade de vida

O Hospital Brasília inaugurou um núcleo especializado no tratamento dessas enfermidades

​​O trato digestivo, composto por boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus, está sujeito a inflamações graves, crônicas e/ou complexas, que podem ser bastante prejudiciais ao paciente. Conhecidas na Medicina como DII, as doenças inflamatórias intestinais necessitam de um diagnóstico preciso e um acompanhamento cauteloso e dedicado, visando a regressão do quadro, o sucesso do tratamento e a não repercussão da doença em outros órgãos do corpo humano. Enfermidades como a retocolite ulcerativa idiopática (RCUI) e a doença de Crohn (DC), que se caracterizam por serem recorrentes e imunologicamente mediadas, são os tipos mais comuns do transtorno e podem afetar pessoas de qualquer idade.

Em muitos casos, o paciente manifesta sintomas bastante desconfortáveis, mas nem sempre os sinais são claros, fato que pode resultar em uma piora no bem-estar do mesmo durante anos. Porém, se existe qualquer suspeita, é preciso que um atendimento médico de qualidade seja priorizado, visando barrar o desenvolvimento da doença e retomar a qualidade de vida. Pensando nisso, inauguramos o NEDIC. Entenda:

O que é o NEDIC?

Visando proporcionar um atendimento excelente aos pacientes acometidos por esses distúrbios e oferecer cuidados específicos, mesmo aos casos mais desafiadores, o Hospital Brasília idealizou o Núcleo Especializado em Doenças Intestinais Complexas (NEDIC), primeiro na região Centro-Oeste com esta finalidade. O centro já está em pleno funcionamento, mesmo em meio à pandemia, e apresentando resultados de excelência.

“Nosso foco é o atendimento de pacientes que têm doença intestinal crônica (grave, ou progressiva), como a Doença de Crohn, a retocolite ulcerativa, colites e enterocolites de outras etiologias. Além disso, também tratamos as doenças de foco cirúrgico, como as diverticulites agudas e as diverticulites complicadas, quadros intestinais obstrutivos e a síndrome do intestino curto”, ressalta a Dra. Zuleica Barrio Bortoli, gastroenterologista do Hospital Brasília.

Além dos equipamentos de alto padrão em tecnologia, o principal diferencial do NEDIC são os inúmeros profissionais que estão por trás, uma vez que sua equipe multidisciplinar e altamente especializada é composta por gastroenterologistas, proctologistas e nutrólogos, ainda recebendo todo o apoio das áreas de radiologia, endoscopia, enfermagem e fisioterapia.

A médica ainda reforça o fato de o núcleo oferecer atendimento ambulatorial tanto para os pacientes menos graves quanto para os mais graves, que necessitam de internação hospitalar. Nesses casos, durante o período de internação, haverá um acompanhamento conjunto, feito pela equipe de especialistas acima citados. “Aqui, o maior objetivo é exercer uma medicina de excelência, humanizada, ética, baseada em princípios científicos e que venha colaborar com uma melhor qualidade de vida para o nosso paciente”, destaca.

Quando devo procurar o NEDIC?

De acordo com a especialista, o paciente deve buscar o atendimento do Núcleo Especializado em Doenças Intestinais Complexas na presença dos seguintes sintomas: dor abdominal intensa e súbita, sensação de distensão no abdômen, febre, perda de peso progressiva, sangue nas fezes e diarreia, principalmente crônica. “Todos esses sinais indicam que o paciente pode ter uma doença intestinal crônica que necessita de avaliação médica especializada”, ela complementa.

Mas, e o novo coronavírus?

“Nós compreendemos que diante da situação pandêmica atual, muitas pessoas estão temerosas no sentido de procurar auxílio no ambiente hospitalar. Quanto à isso, reforço o compromisso do Hospital Brasília com a segurança dos nossos pacientes, através da implementação de todos os protocolos de higienização recomendados; da triagem inicial, que já separa devidamente aqueles com suspeitas da Covi​d-19 dos que não possuem nenhum sintoma característico e dos fluxos de atendimento diferenciados. Estamos atendendo normalmente todos os pacientes que necessitam do nosso apoio e do nosso parecer. Conte conosco sempre!”, finaliza a Dra. Zuleica Barrio.



Veja mais

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Conheça o nosso Portal de Privacidade .