Logon
Blog

Doença de Crohn: quais são os sintomas e os tratamentos?

O tratamento adequado proporciona melhor qualidade de vida

​A doença de Crohn faz parte do grupo das patologias inflamatórias intestinais (DIIs). Ela afeta, sobretudo, o intestino delgado (íleo) e o intestino grosso (cólon), o que não impede de alcançar também outras áreas do sistema gastrointestinal. Dra. Zuleica Barrio Bortoli, gastroenterologista e coordenadora do Núcleo Especializado de Doenças Intestinais Complexas (Nedic), do Hospital Brasília, explica mais detalhes sobre este quadro, que atinge, em maior parte, adolescentes e adultos jovens, mas que pode afetar todas as idades.

A patologia afeta normalmente a parte inferior do intestino delgado (íleo) e o intestino grosso (cólon), mas também pode lesionar qualquer parte do tubo digestivo.

Apesar de não se conhecer as causas da doença de Crohn, cientistas apontam que ela pode ser provocada por uma desregulação do sistema imunológico, ou seja, do sistema de defesa do organismo. “Já se constatou que existe uma predisposição genética para este quadro, mas também é verdade que uma vida com hábitos saudáveis pode evitar o aparecimento da doença”, explica a Dra. Zuleica.

O quadro é crônico, ou seja, ainda não tem cura, e comumente começa entre os 20 ou 30 anos de idade, mas também pode acontecer em qualquer faixa etária. “O diagnóstico precoce e o tratamento adequado podem permitir uma remissão (diminuição dos sintomas) da doença, garantindo ao paciente uma melhor qualidade de vida”, completa a médica. 

Os sintomas da doença de Crohn podem demorar a surgir, levando meses ou, até mesmo, anos. Eles aparecem gradativamente como se fossem indícios de outra doença intestinal, o que faz com que sejam confundidos, ou então, a inflamação pode surgir também em uma crise mais grave. “Cada pessoa pode apresentar sinais e sintomas de forma diferente, tudo vai depender da extensão da inflamação”, diz a Dra. Zuleica. Geralmente, os sintomas mais comuns são:

  • Diarreia;

  • Cólica abdominal;

  • Febre;

  • Perda de apetite;

  • Perda de peso;

  • Sangramento retal, em algumas ocasiões.

Além disso, as pessoas que vivem com a doença de Crohn podem manifestar sintomas que aparentemente não têm ligação alguma com o trato digestivo, como:

  • Olhos inflamados, feridos, vermelhos e sensíveis à luz; 

  • Aftas; 

  • Aparecimento de erupções cutâneas;

  • Surgimento de alterações articulares.

Diagnóstico da doença de Crohn

O diagnóstico é feito por meio de exames de imagem, como ressonância magnética, endoscopia digestiva alta, colonoscopia, e tomografia do trato intestinal, além de exames de sangue e físicos.

“É fundamental a avaliação médica baseada no histórico do paciente e nos resultados dos exames para localizar as áreas de inflamação e para verificar qual o grau da doença – se leve, moderado ou grave – e, assim, iniciar o tratamento”, ressalta a gastroenterologista.

Como é feito o tratamento?

O tratamento para a doença de Crohn inclui acompanhamento médico a fim de avaliar sua gravidade, em alguns casos será indicado o uso de medicamentos específicos para tratar os sintomas. Somado a isso, recomenda-se a inclusão de bons hábitos diários que serão benéficos tanto às pessoas que possuem essa doença crônica como para a prevenção de outras patologias também. Veja alguns deles:

  • Evitar alimentos gordurosos e industrializados;

  • Praticar atividades físicas;

  • Não fumar;

  • Manter uma alimentação rica em fibras;

  • Evitar situações de estresse. 

Com o tratamento adequado, a expectativa de vida da pessoa com doença de Crohn é longa e de bastante qualidade. Por isso, o acompanhamento médico é fundamental. A Dra Zuleica lembra ainda que, por ter um papel importante para o controle da doença, a alimentação merece um cuidado especial. “É importante que a pessoa que vive com doença de Crohn conte com o acompanhamento especializado de um nutricionista ou nutrólogo que conheça bem sobre o assunto”, finaliza.

Nedic

No Hospital Brasília, o Nedic reúne os melhores especialistas em doenças intestinais complexas. São profissionais de várias áreas da saúde que trabalham em conjunto para traçar e conduzir o tratamento mais adequado para cada caso. Além disso, contamos com toda a estrutura necessária para a realização dos exames para diagnosticar e acompanhar a evolução da saúde de quem confia em nossos cuidados. Para agendar seu atendimento, basta ligar para o telefone: (61) 3704-9000 ou clicar aqui​


Veja mais