Logon
Blog

Distensão: causas, sintomas e tratamentos

Lesões musculares podem causar dores intensas, mas medidas de prevenção simples ajudam a evitar até os casos mais graves

​​​Agendar Consulta​​​​​​​


Caracterizada por uma dor súbita e intensa no músculo, a distensão pode ser ocasionada por diferentes fatores, como esforços excessivos, movimentos bruscos ou a falta de aquecimento antes de uma atividade física. 
Geralmente, a distensão não causa grandes problemas, mas dependendo da gravidade da lesão, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica.  


A seguir, saiba mais sobre esta condição e como preveni-la. 

Distensão: o que é? 

Distensão é uma lesão que ocorre quando as fibras musculares, ou seja, as células que constituem os músculos, são esticadas além de sua capacidade normal, resultando em dor, inflamação e, em alguns casos, perda temporária de função.  

Causas de uma distensão muscular 

A distensão muscular pode ser desencadeada por uma série de fatores. Diferente das contusões, ocasionadas por tombos e pancadas, a distensão abrange situações em que a musculatura é submetida a esforços excessivos ou movimentos bruscos, levando a danos nos tecidos.  


Alguns dos cenários que podem contribuir para o surgimento de distensões musculares incluem: 

  • Exercícios físicos excessivos ou inadequados; 
  • Falta de aquecimento prévio; 
  • Movimentos bruscos ou repetitivos; 
  • Desequilíbrios musculares, quando há diferença entre força e flexibilidade entre músculos de uma mesma articulação; 
  • Quedas;  
  • Traumas, ou seja, a aplicação de uma força sobre o corpo que pode gerar a lesão. 

 ​Formas de prevenir distensões 

Algumas atitudes simples podem fazer toda a diferença, como: 

  • Aquecer o corpo antes do treino principal. O aquecimento prepara os músculos, as articulações, o sistema nervoso e o cardíaco para responder melhor aos estímulos da atividade física. 
  • Investir em treinos de flexibilidade. Realizar alongamento regularmente aumenta o fluxo sanguíneo, diminuindo as chances de lesões. 
  • Não exagerar. Evitar exercícios ou movimentos que estejam além de sua capacidade. 
  •  Fortalecer os músculos envolvidos na atividade física, ou seja, se você costuma correr, é importante fortalecer os músculos das pernas; 

Sintomas de distensão 

Os sintomas comuns de distensão geralmente envolvem apenas a região afetada e incluem: 

  • Dor localizada 
  • Inchaço 
  • Espasmos musculares  
  • Dificuldade em mover a área afetada  
  • Sensibilidade ao toque

Qual médico devo procurar? 

Em caso de distensão muscular, é recomendado procurar um ortopedista. 
Esse profissional é o especialista em problemas relacionados ao sistema musculoesquelético, ou seja, todo o conjunto de músculos, ossos e cartilagens presentes no corpo. 


​Como é o diagnóstico de distensão? 

O diagnóstico de distensão muscular é geralmente feito com base na história clínica do paciente e em exames físicos realizados pelo médico durante a consulta. 
São testes específicos para avaliar a amplitude do movimento e a força muscular, como o teste de goniometria. Nele, um objeto é usado para medir a amplitude dos movimentos.  
Em alguns casos, exames de imagem, como ultrassonografia ou ressonância magnética, podem ser usados para confirmar o diagnóstico e avaliar a gravidade da lesão. 


 Tratamentos para distensão muscular 

O tratamento para distensão muscular pode variar dependendo da gravidade da lesão, mas geralmente inclui: 


  • Repouso; 
  • Aplicação de gelo para reduzir o inchaço; 
  • Compressão da área com uma bandagem para evitar inchaço; 
  • Elevação da área afetada; 
  • Medicamentos anti-inflamatórios para aliviar a dor e a inflamação; 
 

Além disso, a fisioterapia pode ser recomendada para auxiliar na recuperação e fortalecimento muscular. Em casos mais graves, quando ocorre uma ruptura completa das fibras de um músculo, a cirurgia pode ser necessária.  ​​​​​

​​

Veja mais