Logon
Blog

Check-up ginecológico: saiba quais são os principais exames anuais

Exames de rotina são capazes de detectar precocemente diversas doenças

​​Cuidar da própria saúde e marcar aquelas consultas de prevenção estão entre as resoluções de ano novo mais comuns. Exames de rotina feitos regularmente são essenciais para proteger o organismo de enfermidades – e com a saúde ginecológica isto não é diferente. O dr. Evandro Oliveira, diretor médico da Maternidade Brasília, ressalta que o check-up ginecológico deve ser feito uma vez ao ano e esclarece sobre os principais exames.

Papanicolau

O Papanicolau é capaz de prevenir o câncer de colo de útero. Ele é indicado a mulheres que já tenham iniciado a vida sexual. “A principal importância do exame é oferecer à mulher a chance de detectar uma lesão no colo do útero que pode evoluir para o câncer”, explica o dr. Evandro.

Mamografia

A mamografia é um exame que permite detectar o câncer de mama. Deve ser realizado anualmente por mulheres a partir dos 40 anos de idade. O mamógrafo possibilita uma visualização das glândulas mamárias e das axilas.

Ultrassonografia mamária e transvaginal

A ultrassonografia é uma técnica de exame de imagem e, na ginecologia, pode ser utilizada para detectar possíveis anormalidades, como cistos, nódulos e tumores, tanto nas mamas quanto na vagina e no útero. É indicado para mulheres mais jovens que tenham iniciado a vida sexual. “O transdutor é o equipamento utilizado, que, quando passado sobre os seios, o abdome e introduzido na vagina, permite a visualização das mamas, do útero e dos ovários”.

Sangue oculto nas fezes

Este exame tem o objetivo de rastrear possíveis tumores no reto e é indicado para mulheres na menopausa e acima dos 60 anos. De acordo com o dr. Evandro, “a análise é feita a partir de amostras de fezes da paciente, nas quais são pesquisados indícios de sangue”.

Colonoscopia

É um exame que possibilita rastrear o câncer de intestino e deve ser feito pelo menos uma vez após os 50 anos de idade e em pacientes que tenham história familiar da doença. Trata-se de um procedimento onde se realiza um preparo no intestino e, sob sedação, é feita uma visualização do órgão através de um aparelho chamado colonoscópio.



Veja mais

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Conheça o nosso Portal de Privacidade .