Logon
Blog

A importância da doação de sangue para o tratamento de doenças oncológicas

Pessoas que lutam contra o câncer podem precisar de transfusão de sangue durante o tratamento

Junho é o mês de celebrar um gesto que salva vidas: a doação de sangue. Em meio à celebração do Dia Mundial do Doador Voluntário de Sangue, no dia 14 de junho, diversas organizações promovem 30 dias de conscientização e estímulo para que mais pessoas se sintam convidadas a assumir este papel tão importante e que salva não só a vida de quem venha a sofrer algum acidente, mas também é crucial para a recuperação de pacientes em tratamentos oncológicos. A Dra. Andresa Melo, hematologista do Hospital Brasília, esclarece as principais dúvidas sobre o tema.

O que são doenças oncológicas?

O câncer é um termo que abrange mais de 100 diferentes tipos de doenças malignas que têm em comum a multiplicação desordenada de células, que podem invadir tecidos adjacentes ou órgãos a distância. Dividindo-se rapidamente, estas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores, que podem espalhar-se para outras regiões do corpo.

Os diferentes tipos de câncer correspondem aos vários tipos de células do corpo. Quando começam em tecidos epiteliais, como pele ou mucosas, são denominados carcinomas. Se o ponto de partida são os tecidos conjuntivos, como ossos, músculos ou cartilagem, são chamados sarcomas.

Os tipos mais comuns são Melanoma (câncer de pele), câncer de próstata, câncer de mama, leucemias, linfomas, câncer de pulmão e câncer do colo do útero.

Doar sangue salva vidas

Os tratamentos contra o câncer são feitos principalmente através de radioterapia, imunoterapia ou quimioterapia, cujo objetivo é destruir as células doentes que originam o tumor.

Nesses tratamentos, pode ocorrer destruição de células sanguíneas, o que pode acarretar a necessidade de transfusões de sangue a fim de manter a coagulação do sangue e evitar anemias. “A doação de sangue pode atender não somente às pessoas que têm doenças hematológicas, mas qualquer outro tipo de câncer. Porém, a conduta deve sempre ser orientada pelo oncologista que acompanha o paciente”, destaca a Dra. Andresa.

A doação de sangue é vital para essas pessoas e, infelizmente, frequentemente os bancos de sangue operam com seu estoque em baixa, o que pode colocar vidas em risco. Doar é um ato de amor, não dói, é rápido e dá direito a um dia de folga no trabalho. Se você deseja fazer parte dessa corrente do bem, se atente aos pré-requisitos:

- Ter entre 16 e 69 anos;

- Pesar mais de 51 quilos;

- Dormir pelo menos seis horas na noite anterior;

- Não ingerir bebida alcoólica por 12 horas;

- Não fumar nas 2 horas anteriores à coleta;

- Não apresentar nenhum sintoma gripal.

O Hospital Brasília Unidade Águas Claras é referência em procedimentos de alta complexidade e tem a tecnologia como uma de suas maiores aliadas. Contamos com uma equipe altamente capacitada, multidisciplinar e apta ao atendimento de diversas especialidades cirúrgicas e clínicas, ou seja, uma linha de cuidado completa que viabiliza investigação, rastreio e tratamento do câncer.

Além disso, dispomos também de um parque tecnológico com aparelhos de radiologia, mamografia, ecografia, ressonância de última geração, oferecendo suporte na investigação diagnóstica e no tratamento cirúrgico do câncer, utilizando a cirurgia robótica. Estamos prontos para oferecer todo o suporte necessário – inclusive psicológico – para que nossos pacientes tenham o melhor tratamento. Para saber mais sobre nossos serviços, ligue para (61) 3052-4600.

Você se enquadra nos pré-requisitos? Se sim, seja doador! O Hemocentro São Lucas, parceiro do Hospital Brasília, é um dos locais onde é possível fazer sua doação.  Para outras informações ou agendar seu atendimento, ligue: (61) 3248-7272.

 
 ​


Veja mais